Baixe nossos aplicativos

EXPEDIÇÕES

O JBP realiza expedições botânicas por todo o território brasileiro e por países limítrofes da América latina desde os anos 70, visando localizar, fotografar, catalogar e coletar plantas da nossa flora. As expedições podem ter um fim específico para coletar grupos determinados de plantas, como árvores, palmeiras, aquáticas, begônias, maracujás, gesneriáceas, etc., mas, geralmente as viagens abrangem um interesse mais amplo, onde são coletadas todas as plantas que estejam férteis.

A maioria das viagens são realizadas por terra (até o limite de 2 mil km da sede em Nova Odessa – SP); para o Nordeste, Região Amazônica e países limítrofes da América latina o deslocamento inicial é por via aérea e, de um ponto de chegada nestas regiões é utilizado, em sequência, o transporte rodoviário e, em muitas regiões da Amazônia, é utilizado o transporte fluvial ou aéreo regional.

Além do Eng. Agr. Lorenzi, participam das expedições outros botânicos do JBP, além de pesquisadores e botânicos convidados de outras Instituições da região ou das regiões onde são feitas as coletas quando o deslocamento é feito por via rodoviária a partir do JBP; expedições distantes da base com deslocamento inicial por aviação comercial, geralmente participam apenas o Eng. Agr. Lorenzi e um botânico convidado e, na região das coletas, mateiros locais com experiência em coletas botânicas, além de botânicos da região.

As coletas são feitas ao longo de estradas e em fragmentos de vegetação natural remanescentes nestas rotas, todas de propriedades particulares. Na região amazônica as coletas se concentram em florestas devolutas e privadas, além de áreas de conservação quando se consegue autorização do sistema SISBIO. Estas autorizações são sempre utilizadas quando se visita áreas de conservação fora da região amazônica também. Todos os nossos coletores, independente de onde coletem, sempre estou munidos de autorização de coleta voluntária válida expedida pelo sistema SISBIO.